19/04/2018 - Acamdoze pede a Governadora reforço do Proerd na região

 

O vereador de Engenheiro Beltrão, Valdir Hermes da Silva (PSDB) e o prefeito do município, Rogério Rigueti (PMDB), fizeram nessa quinta-feira (19), a entrega de um ofício em nome da Associação das Câmaras de Vereadores da Microrregião Doze (Acamdoze), à governadora do Paraná, Cida Borghetti, solicitando o reforço do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) na região da Comcam. Cida esteve ontem em Campo Mourão, onde participou de evento na Coamo e também fez anúncio de recursos a municípios da região.

Silva lembrou que há algum tempo vem alertando autoridades da Comcam quanto à necessidade de reforço do programa. Em outubro do ano passado, por exemplo, ele participou de uma reunião com presidente da Acamdoze, Sidnei Marchi, entre outros vereadores da região, com o comandante do 11º Batalhão de Polícia Militar de Campo Mourão (BPM), major Júlio César Vieira da Rosa, solicitando ao major a viabilização de um curso de formação do Proerd para capacitar policiais militares para atender a região. O comandante do 3º Batalhão da Patrulha Escolar Comunitária (BPEC) de Campo Mourão, subtenente Mauro Fernandes de Souza, também participou do encontro.

O documento entregue a governadora, solicita a viabilização do curso de capacitação ao programa, ainda no 1º semestre deste ano. “A gente vê prefeito pedindo um milhão aqui, um milhão ali, mas nós, tudo que queremos são mais três ou quatro policiais militares capacitados para atender o Proerd”, falou. “As crianças da nossa região não podem ficar sem esta prevenção, dinheiro nenhum vai tapar o buraco que vai ficar na família com relação às drogas”, alertou.

Silva comentou que apenas dois policiais atuam no Proerd na região e que um deve se aposentar em outubro deste ano. “É até vergonhoso falar uma coisa dessas, mas é verdade”, frisou. Ele disse que ficou otimista com a conversa com a governadora.  “Ela me garantiu que ia passar a solicitação ao comando geral da Polícia Militar para nos atender”, falou.

Fonte: Walter Pereira/Tribuna do Interior

Anexos: