17/11/2017 - Câmara cobra operadora TIM para melhorar sinal em Araruna

O excesso de reclamações dos usuários e até campanhas nas redes sociais motivaram o vereador de Araruna, Wagner Malaco (PR) a cobrar a operadora de telefonia móvel do município, TIM, sobre a péssima qualidade do serviço prestado aos consumidores da cidade. Um requerimento de Malaco, aprovado ainda em maio, por unanimidade, foi então encaminhado à operadora.

Em resposta à Câmara, a empresa informou que a TIM elaborou um plano de investimentos robusto para melhorar a qualidade da telefonia móvel em diversos municípios do Paraná. Em Araruna, segundo o comunicado, a operadora possui 3 torres, sendo duas urbanas e uma rural, o que garante (na teoria), a qualidade do serviço prestado, dentro dos parâmetros estabelecidos pela norma vigente.

Porém na prática a realidade é outra. Os problemas persistem, com o sinal piorcando cada vez mais. Para se ter ideia, nesta quinta-feira (9), segundo Wagner Malaco, o município ficou o dia todo sem sinal até às 12 horas dessa sexta-feira (10). “Apesar das nossas cobranças à empresa, em vez de melhorar o serviço piora cada vez mais”, lamentou.

O vereador cobra providências da empresa para que resolva por completo, e definitivamente, os problemas de falta de sinal para conexões e ligações. “O problema precisa urgente de uma solução, além dos transtornos aos consumidores, quem trabalha e depende de celular fica no prejuízo”, afirmou. Segundo ele, produtores rurais do município também vêm sendo severamente prejudicados. “Não dá mais para continuar com este problema”, ressaltou.

 

Anatel

Recentemente, a Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão (Comcam), encaminhou ofício a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), também cobrando melhorias no sinal de telefonia móvel e Internet 4G. No documento, a entidade listou as seguintes operadoras: TIM, OI, Vivo e Claro. O documento foi assinado por 18 prefeitos da região que participaram da última assembleia da entidade, recentemente.

No ofício, a Comcam relatou à Anatel que diariamente há inúmeras reclamações de cidadãos referentes à falha na prestação dos serviços das operadoras TIM, OI, Vivo e Claro nas cidades da região. Conforme o documento, em alguns municípios a torre de sinal chega a parar de funcionar, ficando o sinal da operadora “sem serviço” e, consequentemente sem linha telefônica e internet. “Não apenas em um telefone, mas sim na cidade inteira, deixando todos os consumidores sem o serviço”, ressaltou o comunicado enviado.

“Acho que já chegamos a um ponto onde não podemos ficar de mãos atadas, todos os municípios estão sofrendo com a péssima qualidade da operadora Tim”, criticou a presidente da Comcam, Angela Kraus (PSDB), prefeita de Farol.

Fonte: Walter Pereira/iTRIBUNA

Anexos: