08/02/2017 - Câmara de Iretama aprova lei que reorganiza quadro de servidores da prefeitura

A Câmara Municipal de Iretama aprovou na noite dessa segunda-feira, durante sessão extraordinária, por 5 votos 3, o projeto de lei do Executivo  que busca a reorganização da estrutura de servidores da prefeitura.

A lei foi aprovada com uma emenda apresentada pelo plenário, extinguindo o cargo de diretores das secretarias do Meio Ambiente e do Esportes, mantendo apenas o assessor jurídico como “CC1”. Os cargos do setor de departamento de recursos humanos, licitação, e contabilidade que pelo projeto eram “CC1” voltaram para “CC2”, seguindo os parâmetros da emenda apresentada.

O presidente da Câmara, Pedro Speedo (PP) comentou que havia a necessidade de reorganização estrutural do quadro de servidores da prefeitura. Ele frisou que agora cabe ao prefeito do município a prudência nas nomeações. “Pela crise que o país atravessa, os municípios estão freando os gatos inclusive com contratações, acredito que em Iretama não vai ser diferente”, comentou.

A principal polêmica da lei aprovada era com relação a criação das secretarias do Meio Ambiente e da Mulher, que foram mantidas pelo projeto original. O projeto já havia sido aprovado em primeiro turno há cerca de duas semanas por 6 votos a 2, e tinha sido retirado da pauta da casa após o pedido de vista do vereador Agnaldo José Borino (PRB).

O prefeito do município, Wilson Carlos de Assis (PP) comentou que já esperava a aprovação do projeto por “acreditar que a Câmara entenderia a necessidade da organização dentro do quadro de servidores do município”. “Só temos a agradecer a sensibilidade dos vereadores, quem vai ganhar com isso não é o prefeito, mas sim o município”, falou ele.

Fonte: Walter Pereira/Tribuna do Interior

Anexos: