06/07/2016 - Impostômetro registrou R$ 1 trilhão, até terça-feira.

Você consegue mensurar o que representa R$ 1 trilhão? Se esse montante fosse colocado em uma pista de corrida, ela ocuparia 100 metros sobre uma pilha de dinheiro de 1 metro de largura e quase 96 centímetros de profundidade.

Apesar ser difícil imaginar tal cenário, esse foi o valor registrado pelo impostômetro, nessa terça-feira (5). Isso significa que do início do ano até agora, os brasileiros pagaram R$ 1 trilhão de impostos, taxas e contribuições, segundo dados da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) que dispõe o sistema – chamado de Impostômetro.

Ele atualiza, continuamente, os valores pagos de tributo aos governos federal, estaduais e municipais. Ainda segundo a ACSP, ano passado, o valor foi atingido dia 29 de junho, e desde quando começou ser feita a medição, em 2005, essa foi a primeira vez que o atraso na arrecadação do montante ocorreu. Para a associação comercial, a culpa é da crise econômica, que reduziu a arrecadação do governo. Conforme mostrou estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), o Brasil é o oitavo lugar do mundo onde mais se trabalha para pagar impostos, ranking aproximo ao da Dinamarca, França e Suécia – considerados de primeiro.

O instituto apontou que mesmo depois de repassar tanto dinheiro ao poder público, quantidade que é até difícil de imaginar, o povo brasileiro não tem o retorno adequado.

Com informações da Agência CNM

 

Anexos: