13/06/2016 - Valor pago pelos brasileiros em impostos supera marca de R$ 900 bilhões, indica Impostômetro

Enquanto muito brasileiro joga, semanalmente, na loteria federal na esperança de ganhar alguns milhões para resolver seus problemas financeiros, o governo já arrecadou R$ 900 bilhões em impostos. A marca registrada pelo Impostômetro, de 1.º de janeiro até esta segunda-feira (13), sinaliza o quanto já foi pago pela população em impostos, taxas e contribuições. Se dividir o montante pela população total é como se cada um tivesse tirado R$ 4.339,49 do bolso e entregado para o poder público, segundo cálculo feito pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) para usar de exemplo.

O valor foi calculado por meio de mecanismo criado pela Associação Comercial de São Paulo em 2005. Segundo a associação, com esse valor seria possível construir mais de 25,7 milhões de casas populares de 40 metros quadrados, por exemplo. Também poderia edificar mais de 9,7 milhões de quilômetros de redes de esgoto, mais de 3,1 milhões de postos de saúde equipados e fornecer cestas básicas para toda a população brasileira durante 15 meses.

Em 2015, a mesma cifra foi alcançada em junho, no dia 9, e até o final do ano mais de R$ 2 trilhões foram pagos em impostos no Brasil. A época, a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos fez uma ilustração indicando que em toda a Via Láctea existem cerca de 300 bilhões de estrelas. Isso significa que, até agora, já foi tirado do povo brasileiro, em dinheiro, três vezes mais que a quantidade de estrelas no universo.

De acordo com o presidente da associação e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Alencar Burti, o impacto dos números é ainda maior pelo fato de o país está em forte recessão. "A população brasileira já paga tributos. Apoiamos os ajustes propostos pelo governo, mas ponderamos que é impossível cogitar qualquer ideia de aumento de impostos agora: isso aprofundaria a crise", disse.

Com informações da CNM

Anexos: