20/03/2015 - Sem respostas a requerimentos, vereador de Farol recorre à justiça

Sem respostas a vários requerimentos encaminhados à prefeitura, solicitando informações sobre a aplicação de recursos, o vereador de Farol, Genivaldo Ferreira (PSD), entrou com um mandado de segurança na justiça, requerendo que a prefeita Ângela Kraus (PT do B), responda aos documentos encaminhados.

O vereador informou que já enviou inúmeros pedidos ao Executivo, aprovados por unanimidade pela Câmara, mas não obteve respostas. “Os mesmos pedidos sem respostas já foram reiterados oportunizando a prefeitura a enviar as solicitações, mas a nossa querida prefeita envia algumas respostas vazias sem anexo de comprovantes, alegando que as respostas farão parte da prestação de contas que serão encaminhadas ao Tribunal de Contas do Paraná”, criticou.

Ferreira informou que existem muitas dúvidas com relação, por exemplo, aos gastos públicos. Como exemplo, citou a aplicação do recurso do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), questionado pelos próprios professores. “Nas minhas atribuições requeri cópias da prestação de contas por duas vezes e não consegui obter a resposta junto ao Executivo”, lamentou.

Ele acrescentou que existem ainda requerimentos sem respostas sobre recursos da merenda escolar, falta de medicamentos, entre outros. E os respondidos, quase sempre as explicações são vagas. “Todos os pedidos que apresentei ao Executivo foram feitos para sanar dúvidas da população que vem a mim”, disse. “É uma total falta de respeito ao Legislativo, o vereador é representante do povo, não servidor de prefeitos”, emendou.

Fonte: Tribuna do Interior

Anexos: